Poda Drástica na arte do Bonsai

2
1475

Matéria escrita por Mac Donald Fernandes

Por vezes ao comprar mudas que serão utilizadas como Bonsai no futuro, nos deparamos com plantas sem “conicidade” e “pescoçudas”. O termo conicidade no Bonsai é utilizado quando uma planta é grossa em sua base com o solo (nebari¹) e vai afinando gradativamente até seu ápice, lembrando um cone. É um quesito de suma importância em um Bonsai de qualidade e a melhor forma de obtermos a conicidade é a poda.

Já o termo pescoçuda damos às plantas que até podem ter um a boa conidade em sua base, mas o tronco prolonga-se muito até o tachiagari².

Em alguns casos somente algumas pequenas podas não resolvem o problema e é aí que entra a poda drástica. Ela consiste em pegar plantas altas e saudáveis e serrar na altura necessária para a melhoria da conicidade. Algumas vezes pode ser feita a poucos centímetros do chão, outras um pouco mais alta até que se chegue a conicidade desejada.

Um dos segredos para uma boa poda drástica é a análise detalhada do nebari. Olhando a junção do tronco com o solo, verificamos qual o melhor ângulo das raízes e definimos assim a possível frente do Bonsai. Depois de escolhido a frente partimos para a poda que deve ser feita com um corte na diagonal em oposto a frente do nosso futuro Bonsai.

Veja o exemplo a seguir:

SAM_2373SAM_2383

poda drástica

Um fato que deve-se ter bastante cuidado é o selamento do corte. O material pode ser parafina, cola madeira mas o mais seguro é a pasta cicatrizante. Existem diversos produtos no mercado e esta escolha fica a critério do leitor.

Dependendo da espécie, a cicatrização do corte pode durar meses e até anos para se concretizar. Quando percebe-se que a cicatrização estacionou deve ser feito pequenos cortes nas laterais para estimular o crescimento da casca sob a madeira morta.

Se não for feito uma boa vedação e a água conseguir penetrar na madeira, a própria planta se encarregará de cortar seus nutrientes naquele ponto e algumas partes apodrecerão ao longo do tempo. Em algumas espécies em especial o risco de morte é iminente.

O período ideal para este procedimento é o início da primavera, já que as plantas estão saindo do período de dormência que é o inverno, sendo assim, a quantidade de brotações será bem maior. Não deve-se fazer poda drástica em plantas recém transplantadas e doentes, pois além de não emitir uma brotação vigorosa, o risco de morte é muito grande. Aguarde mais um ano para executar o procedimento.

A lista de plantas que não aceita a poda drástica é grande, principalmente em se tratando de pinheiros, portanto, deve-se pesquisar antes de sair serrando qualquer planta por aí. Uma dica bacana é adubar a planta duas semanas antes da poda. Isto aumenta o aporte de nutrientes no solo, o que ajuda na recuperação do seu futuro Bonsai.

Vemos aqui um vídeo que explica melhor a idéia.

¹: Nome japonês dado as raízes que saem da base dos troncos e que vão entrando lentamente pelo substrato ou solo.

²:  Nome japonês dado ao primeiro terço da planta, do nebari ao primeiro galho

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here