Jabuticabeira

0
24192

Olá amigos e amantes da arte do Bonsai!

Hoje vou falar sobre a Nossa Nativa a  Jabuticabeira.

 

Uma espécie muito bacana para se cultivar como bonsai, muita gente começa com a Jabuticabeira… Principalmente aquelas compradas em supermercado. Vou passar umas dicas do que sei sobre elas e de como eu cultivo:

Todos conhecem a árvore, mas para quem quer cultivar como bonsai, vou começando pelo substrato ele não pode ser muito drenante é lógico que também não pode ficar empapado e nem deve ter água empossada e também não pode secar muito rápido!

Por que na natureza a Jabuticabeira ocorre onde o substrato é mais ardiloso Então ela precisa de muita água para sobreviver frutificar e ficar bonita O substrato que eu uso aqui é 70% orgânico, que vem a ser o substrato vegetal e o restante de inorgânico, que pode ser a carteira a akadama para quem tem mais grana ou pedrisco de rio peneirado… Não esquece não pode ter o pó.

Depois vem adubação como é que eu faço, eu marco os meses em que ela floresce aqui no meu viveiro em Santo André. Faça a mesma coisa porque aí na sua região pode ser diferente. E 40 dias antes da floração eu adubo com Foz Way é uma boa!

A base de fósforo porque aumenta a quantidade da floração da planta e consequentemente aumenta a quantidade de frutos.

 

 

Nos outros meses eu vou alternando adubação entre orgânica e química. Aquele adubo já famoso de Torta de Mamona, Farinha de Ossos e Esterco de Galinha!  Uso também osmocote .

O ideal é você conhecer o seu ambiente e conhecer a sua planta.

Plantadas no chão as Jabuticabeiras tem como encontrar seus nutrientes mas em vaso é você  quem tem que fornecer para a planta… Então tem que adubar bonsai, tem. tem sim Não tem jeito não pode ter preguiça, rega e adubação! Senão a planta vai definhando e vai morrer!

Multiplicar eu sei que dá para fazer alporquia, mas demora muito tempo até 2 anos dependendo da espécie! Você pode fazer micho, ou seja, plantar a semente, outro processo até muito mais demorado do que a alporquia. Estaquia eu já tentei várias vezes não deu certo e até agora não soube de ninguém que tenha tido sucesso nesse método.

Se você tem uma Jabuticabeira no vaso, tá esperando crescer  e está ansioso para que ela dê frutos olha ela leva até 10 anos para frutificar no chão! No vaso eu não sei te dizer quanto tempo… Se acalma aí tá, mas deixa sua planta crescer que um dia ela vai ficar frutificar …

Poda tem que ser constante por exemplo a minha quando está na primavera e no verão eu podo mensalmente.

Aramação tem que ter muito cuidado porque ela cresce muito rápido e pode marcar o galho, então quando você aramar retire o arame assim que a planta pegar forma que vai de 2 a 3 meses não deixe passar disso e fique de olho porque às vezes pode começar a marcar antes!

Eu não gosto de aramar Jabuticabeira nem Pitangueira.

Lembrando de novo sobre transplante não pode mais que 30% da sua planta porque  ela se ressente muito mesmo.

Minha dica Para quem quer fazer um bonsai de Jabuticabeira? Compre mudas grandes, pré-bonsais, mudas que já tenham algum tempo de desenvolvimento em vaso! Isso já acelera muito o processo…

 

 

Essa é minha planta, por exemplo, eu comprei como muda ela tinha menos espessura do que tem agora Veja como é que está bonitinha a evolução foi muito mais rápida como vocês podem ver, beleza???

 

Vídeo deste post

Agora abaixo vou deixar a ficha completa da planta para vocês….

 

Jabuticaba – Myrciaria cauliflora

A jabuticabeira é uma árvore nativa da Mata Atlântica, conhecidas por seus deliciosos frutos. Seu tronco é bastante ramificado e de casca lisa, que se renova anualmente após a frutificação. Na primavera surgem do tronco numerosas flores brancas, que cobrem quase toda sua extensão. Este processo ocorre simultaneamente à queda das folhas, modificando completamente a aparência da árvore. Após a polinização, as flores gradativamente vão sendo substituídas por pequenos frutos verdes, esféricos, que tornam-se vermelhos e depois negros, quando completamente amadurecidos.

Os frutos são do tipo baga, apresentam casca brilhante e fina, que rompe-se facilmente à primeira mordida, evidenciando a polpa branca, doce e suculenta que envolve cerca de 1 a 4 sementes. Os frutos geralmente são consumidos in natura, mas prestam-se para o preparo de sucos, licores, aguardentes, vinagres e doces. São também muito atrativos para as aves silvestres. As safras de jaboticaba são proporcionalmente abundantes às chuvas que acompanham o amadurecimento dos frutos.

A jabuticabeira é uma planta elegante de folhas pequenas e atinge seu “auge” como planta ornamental durante a floração e frutificação. É uma planta própria para o quintal ou pomar, pois suas frutas azedam muito rapidamente o que a torna difícil de ser cultivada em grandes pomares comerciais. Como imortalizou o poeta Carlos Drummond de Andrade: “Jaboticaba chupa-se no pé”. É crescente sua utilização em jardins de vasos e como bonsai também, principalmente a variedade “Sabará”, de menor porte e maior precocidade.

A jabuticabeira é uma árvore de crescimento lento, que demanda cerca de 10 anos para sua primeira frutificação. Mas quando começa não para mais e sua produtividade cresce a cada ano. Quando adulta ela pode alcançar cerca de 15 metros de altura e apresenta copa em formato piramidal.

Além da “Sabará”, as variedades de jabuticabeira mais cultivadas são a “Paulista”, de grande porte, alta produtividade, frutos grandes, a “Branca”, de porte médio, com muitos frutos grandes, verde-claros; a “Rajada”, que tem os frutos verde-bronzeados, grandes e doces, mas sua maturação é mediana, e a “Ponhema”, a mais apropriada para a industrialização do fruto, apresenta maior crescimento, alta produção e frutos grandes, que só devem ser consumidos quando bem maduros.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solos férteis, profundos e ricos em matéria orgânica. As mudas devem ser plantadas em covas bem preparadas, caladas e adicionadas de esterco curtido, torta de mamona, farinha de ossos e húmus de minhoca. É muito exigente em água, devendo ser irrigada regularmente, com especial atenção durante a floração e frutificação. É pouco tolerante às secas ou geadas Multiplica-se por sementes ou enxertia.

Texto de Raquel Patro é gaúcha, radicada em Curitiba, e criou o site Jardineiro.net com a missão de ajudar as pessoas a conhecer mais sobre plantas ornamentais, jardinagem e paisagismo. Ela escreve de uma forma objetiva, técnica e ao mesmo tempo leve e criativa, para que todos possam se beneficiar das informações. Com mais de 11 anos de atuação, e cerca de 15 mil visitas diárias, o site Jardineiro.net é referência absoluta no setor.

Jabuticaba – Myrciaria cauliflora

  • OBS – Descrita inicialmente em 1828 a partir de material cultivado, sua origem é desconhecida. Outros nomes populares: jabuticabeira-preta, jabuticabeira-rajada, jabuticabeira-rósea, jabuticabeira-vermelho-branca, jabuticaba-paulista, jabuticaba-ponhema, jabuticaba-açu. Outra espécie de jabuticabeira é a Myrciaria jaboticaba(Vell.) Berg, conhecida como jabuticaba-sabará e encontrada com mais frequência nos estados de GoiásMinas Gerais e São Paulo, no Brasil. jabuticaba-açu-paulista: frutos grandes de sabor levemente adstringente, consumidos “in natura”
  • jabuticaba-ponhema: muito produtiva, frutos grandes ligeiramente amargos,usada na produção de geléia
  • jabuticaba-precoce: frutificação freqüente, frutos pouco resistentes, com casca muito fina
  • jabuticaba-vermelha: porte baixo, frutos vermelho-vinho[6]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here